Só os nerds, intelectuais e eu que entendemos

Só os nerds, intelectuais e eu que entendemos

Como alguns devem saber, essa semana essa semana estamos comemorando os 100 anos da Semana de Arte Moderna de 1922, que ocorreu em São Paulo e que tinha por objetivo repensar de maneira crítica o tradicionalismo cultural, muito associado às correntes literárias e artísticas europeias, ao parnasianismo e ao academicismo formal. 

O evento foi organizado por um grupo de intelectuais e artistas por ocasião do Centenário da Independência em 1922. “A semana de 22 marca um rompimento, uma atualização histórica, na literatura, na música, nas artes plásticas”, conta Isa Grinspum Ferraz, curadora do Museu da Língua Portuguesa. 

Semana de arte moderna de 1922, foi um evento cultural que reuniu diversos tipos de arte como pinturas, poesias, esculturas, danças, entre outras. Essas exposições durante a semana marcaram o início do movimento modernista no Brasil, tornando-se referência cultural do século XX. 

Ao todo, doze projetores laser com 20.000 lumens apresentam ao público artistas cuja influência foi fundamental na Semana de Arte Moderna de 1922, como Oswald de Andrade, Menotti Del Picchia, Mário de Andrade, Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Victor Brecheret, Tarsila do Amaral e Candido Portinari. 

Em 1922, quando a Independência do país completava cem anos, o Brasil passava por diversas modificações sociais, políticas e econômicas (advento da industrialização, fim da Primeira Guerra Mundial). Surge então a necessidade de recorrer a uma nova estética, e daí nasce a “Semana de Arte Moderna“. 

Batizada de Semana de Arte Moderna, levou ao Theatro Municipal de São Paulo artistas como Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Anita Malfatti, Heitor Villa-Lobos e Di Cavalcanti.(será se alguns desses ilustres é meu parente, pra epoder contar vantagem dessa ilustre semana? Acho que not) E tornou-se símbolo da proposta de modernização da arte brasileira, um dos mais influentes movimentos artísticos do país. 

Porém, como brasileiro só dar ao que tinha e odeia o que tem, a Semana De Arte Moderna de 1922 foi alvo de muitas críticas, que os organizadores e artistas participantes, não deram muita importância e anos depois tiveram o seu merecido reconhecimento nacional e internacional.  

Provando, assim, que quando o brasileiro se une com um único objetivo, sabe fazer e fazer bem feito. E ainda bem que capricharam na Semana de Arte Moderna de 1922, caso contrário, muitas profissões existiriam.  

Rua Freitas Júnior, próxima a Caixa

Fonte:www.agenciabrasil.ebc.com.br 

Fonte:www.g1.globo.com 

Fonte:www.stoodicom.br 

Fonte:www.saopaulo.sp.gov.br 

Fonte:www.todamateria.com.br 

Fonte:www.cnnbrasil.com.br 

E para você não se sentir excluído, venho lhe dizer que o importante é ser lembrado sempre. E a melhor forma de ser lembrado é nunca sumir. E para não sumir, o melhor jeito é deixar a sua logomarca sempre em evidência e para isso, existe o Blog da Bila, que sempre irá lembrar a todos, por um preço muito abaixo do mercado, da sua logomarca, marca, loja ou qualquer que for seu empreendimento.

Então anuncie já no Blog da Bila, através do número (86) 98122 1866 ou do e-mail [email protected] Pode também entrar em contato pelo instagram @bilacavalcante e facebook também @bilacavalcante.

Bila Cavalcante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao Topo